quinta-feira, maio 14, 2009

Quem sou eu ?


Não sou o que sempre quis ser...

Sou algo que o tempo criou e irá destruir...

Sou algo que vem e que vai...

Sem rumo a seguir...

Sou lágrima que corre pelo rosto...

Pela felicidade não saber explicar...

Sou o sorriso sem explicação...

Pela tristeza que teima ficar...

Não sou o que sempre sonhei...

Sou algo que o destino me fez encontrar...

Sou quem quer... quem pode... e quem tem...

Um Algo pelo qual lutar...

Não sou o que sempre quis ter...

Nem o que sempre sonhei...

Sou Algo que esta feliz...

Pelo que pelo caminho encontrei...
TU!!!

11 comentários:

Fátima disse...

Sem duvida muito sentimental, adorei como sempre.
Beijinho e bom fim de semana

gisela disse...

adoro! esta um espectaculo, tavas inspirada... mil bjinhos

Ricardo disse...

Pronto e o amor anda mesmo no ar! :) :)

Não é menina?...

Beijo

Papagaio Mudo disse...

PaulaPan,

..eu me transformei no deus Pã das gravuras de William-Adolphe Bouguereau, e foi assim que aconteceu... sem re-(senti)mentos.
Cheguei pelo Texto-Al, blog amigo.
Plim!

>¨<

Papagaio Mudo disse...

Oi Paula,

obg por retriuir o comentário.
abs,

Gustavo

Pedro Barata disse...

Grande inspiração!
Beijinhos

najla disse...

Intenso, sentido!

bjinho

Blad3 disse...

K mentira tao feiaaaaaa :o

Tenho saudades tuas xata :)

Bjinho

suspiro de baunilha disse...

para quando um 2º livro?

Gosto mt da tua escrita ;)

saudades....

Otário disse...

boa semana!

Otário disse...

:9

não sou adepto deste tipo de escrita que reflecte para o 'outro'.

mas está interessante :)


boa semana!