quarta-feira, outubro 15, 2008

Hoje...



Hoje acordei,olhei a janela onde um raiozinho de sol se conseguia esgueirar por entre os cortinados...
E pensei:

Hoje é daqueles dias em que não sei quem sou...
Hoje é daqueles dias em que nao quero acordar...

Simplesmente uma enorme tristeza sobrevoava e eu não sabia de de onde ela vinha...

-------------- " ----------------

Realidade


Sabes,
Quando tudo parece correr bem,
Mas há algo que te impede de sorrir?
Quando tudo te passa ao lado,
E na realidade não sabes o que sentir?
Sentimentos vagos, confusos,
Talvez inexistentes ou pura ilusão.
Ou simplesmente ternos e sentidos,
Que arrasam o coração.
Palavras que não são ditas,
Com o medo da realidade.
Pensamentos perdidos,
Em busca da felicidade.
Vontade enorme de voar,
De correr Mundo a sonhar.
Sonhos possiveis de viver,
Impossiveis de alcançar.
Conversas tidas em pensamento,
Momentos felizes a sonhar.
Durante a noite um belo sonho,
E um pesadelo ao acordar.
Sabes,
Quando o sonho é melhor que a realidade,
Mas de lá tens de sair?
Quando preferias não acordar,
Por não teres motivos pa sorrir?
Sim a vida é dura,
A realidade doi demais.
Simplesmente bons momentos,
Que jamais serao reais.

4 comentários:

Suhrabiscos disse...

Gosto mais quando fazes poemas alegres. Cadê tu? Nda de trisezas...senao tatau =)

Beijinho bom***

Edu disse...

Sem duvida que sabe muito bem adormecer num sonho...numa fantasia. O pior é o acordar abrupto na realidade. Uma queda sem amparo. E por vezes custa muito conseguirmo-nos levantar novamente depois dessa queda.Gostei mesmo muito deste teu poema. Realmente escreve se muito mal por aqui ahahah (tou brincar claro)

Cadinho RoCo disse...

Mas é4 exatamente por causa da rigidez da realidade é que devemos flexibilizar.
Cadinho RoCo

Annie disse...

Paulinhaaaa ^^

Adoro as tuas palavrinhas, aserio! Consigo encaixar-me tão bem nelas. Era tão bom ás vezes ficarmos só pelos sonhos e não termos de encarar a realidade.

Beijinho *